Você participa da vida do seu filho?

Blog Image

Todo pai ou mãe sabe como é difícil educar os filhos, impor limites, ensinar boas maneiras, desde um simples “muito obrigado” até como se comportar em diferentes situações.

E quando o assunto é acompanhar a vida do adolescente? Acompanhar seu crescimento pessoal, ideias, planos e pensamentos na sociedade moderna, o cenário é mais complicado do que imaginamos. Nem sempre os jovens abrem espaço suficiente para conversas, mas demonstram sinais de que precisam de apoio.

Embora os pais se esforcem diariamente para entrar no universo de seus filhos, nem sempre obtêm êxito nesta complicada tarefa. E a cada notícia nos jornais e internet, eles ficam mais preocupados e começam a se perguntar: O posso fazer para participar da vida do meu filho? Será que estou no caminho certo? Como ele se comporta na escola? Como é o convívio dele com os demais?

Simples tarefas podem mudar a convivência familiar e assim deixar os pais mais tranquilos em relação a isso. Segundo psicóloga Daniela Freixo, o primeiro passo é não se culpar e demonstrar seu carinho e amor por eles. Este interesse e compreensão sobre sua vida permite que os jovens sintam segurança para compartilhar os problemas desta fase. Lembre-se de sempre respeitar seu espaço.

Ouça as críticas dos filhos, converse, busque informações. O que está acontecendo na internet atualmente? Quais são os interesses do meu filho? Por que ele tem se comportado desta maneira? Às vezes uma atitude agressiva pode ser um pedido de escuta. Olhe através do ponto de vista do seu filho e não menospreze os seus problemas. Entenda o que ele pode estar passando, afinal, você também já foi adolescente e sabe como esta fase pode ser complicada. Busquem respostas juntos, compartilhem experiências e procurem desenvolver mais atividades familiares. Que tal começar com esta pergunta: “Como posso te ajudar a resolver isso, filho?”.

 


voltar